Hackers sequestram arquivos do Diário da Manhã e pedem 30 mil reais em troca

Reprodução

Todas as versões anteriores a 12 de junho de 2017 não estão mais disponíveis no site

Elisa Manuela Cardoso – Diário da Manhã

Hackers chineses sequestraram todos os arquivos do DM Digital por volta das 17h30, da última terça-feira (13) e pediram três bitcoins como pagamento, cerca de R$ 30 mil. Atualmente, cada bitcoin, uma moeda digital, está cotado em R$ 9,5 mil.

O ciberataque na plataforma da versão eletrônica do jornal impresso foi realizado com uma variação do vírus WannaCry, um ransomware que tem capacidade de roubar e criptografar todos os arquivos do Windows. Esse tipo de invasão ficou muito conhecida desde o início do ano. Em maio, invasões digitais como a sofrida pelo DM foram registradas em vários servidores de segurança asiáticos. No Brasil, o Tribunal de Justiça de São Paulo, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), outros órgãos governamentais e diversas empresas também foram prejudicadas.

Com o ocorrido, o Diário da Manhã perdeu todos os seus arquivos digitais desde 2007. A recomendação é que todas as empresas de segurança nunca cedam às chantagens desses criminosos e façam o pagamento. A melhor maneira para se proteger é atualizando as versões de softwares que possuam suporte contra o WannaCry. A versão usada pelo DM era o Windows 2008, que já perdeu o suporte da Microsoft.

 

Compartilhar: