TORTURA EM GOIÂNIA – Advogado suspeito de agredir crianças que pegaram manga em terreno é preso em Goiânia

Reprodução/TV Anhanguera

Vídeo mostra garoto sendo agredido após pegar manga em terreno

O advogado suspeito de torturar crianças que foram pegar manga em um terreno de Cezarina, na região sul de Goiás, foi preso. Na ocasião das agressões, um vídeo feito por moradores mostra o homem amarrando um menino e pisando sobre as costas dele.
O suspeito foi preso em Goiânia na noite de quinta-feira (29). Ele foi levado para a Central de Flagrantes e, depois, levado para o presídio de Palmeiras de Goiás, de acordo com a Delegacia de Capturas.

“Fiquei sabendo da prisão do advogado, mas ainda não colhi o depoimento dele. Depois que isso for feito, vou mandar o processo direto para o Poder Judiciário. Ele vai ser indiciado por tortura mesmo”, disse o delegado Dayvison Pedrosa Gerhard ao G1.

O caso aconteceu no dia 29 de outubro. Três meninos, de 8, 11 e 12 anos, e uma menina, de 11 contaram que agredidos após entrarem em um terreno para pegar e chupar mangas. “Nós fomos pegar manga, aí ficamos lá para chupar manga e ele foi, apareceu, e na hora que eu fui correr, ele deu uma chicotada nas minhas costas e pegou meu sobrinho menor”, disse a garota de 11 anos.

Em entrevista à TV Anhanguera na época, o advogado, que não quis se identificar, disse que amarrou um dos garotos, porém nega que o tenha torturado e diz que tomou a atitude porque estava sendo furtado.

“O vizinho disse que umas crianças estavam quebrando a casa. Quando cheguei, estavam arrombando a porta, um deles com uma faca na mão. Eu consegui imobilizar um com um elástico de moto”, contou.

O advogado negou que tenha torturado as crianças. “Eu consegui deter, segurar e imobilizar somente um dos meninos. Os outros três saíram correndo. Eu tenho mais de 50 anos, então é impossível eu pegar quatro ao mesmo tempo. Eles alegaram que eu torturei os quatro por meia hora. Eu segurei só um com e não tem lesão, não teria como. O elástico que eu imobilizei ele não machuca ninguém”, disse.

O delegado disse que a ação do suspeito foi totalmente desmedida. “Mesmo que não seja para pegar manga, que as crianças, de fato, tivessem ido lá para pegar alguma coisa, para furtar, o que eu não acredito que seja, nada justifica a atitude dele, absolutamente nada. O que ele devia fazer era conter essas crianças, procurar os pais dela, o Conselho Tutelar e informar o ocorrido. Mais nada”, afirmou. (Por Vitor Santana, G1 GO )

Olhe vídeo e link da matéria completa:
https://g1.globo.com/go/goias/noticia/advogado-suspeito-de-agredir-criancas-que-pegaram-manga-em-terreno-e-preso-em-goiania.ghtml

 

 

Compartilhar: