Idosa mata filho por medo de ir para asilo

Reprodução/Internet

Anna Mae Blessing, de 92 anos, foi ao quarto do filho levando revólveres escondidos sob o roupão: "Vocês acabaram com a minha vida; então acabei com vida de vocês", disse ao ser presa

Uma mulher de 92 anos matou a tiros de revólver o próprio filho, de 72 anos, porque tinha medo que ele a colocasse em um asilo. A idosa ainda tentou matar a namorada do filho, de 57 anos. O crime aconteceu na cidade de Fountain Hills, no estado do Arizona, informou o Daily Mail.

Anna Mae Blessing havia se mudado há seis meses para a casa da namorada do filho Thomas. Ela, então, começou a suspeitar que eles tramavam se livrar dela, colocando-a num lar para idosos.

Na manhã de segunda-feira (2), Anna Mae Blessing foi ao quarto do filho levando escondidas sob o roupão os dois revólveres que matinha guardados embaixo da cama. Ela sacou uma das armas e atirou em Thomas. Um tiro acertou o pescoço, outro a mandíbula.

Em seguida, ela apontou a arma para a ex-futura nora, que conseguiu se atracar com a idosa e tomar a arma da mão dela. Anna Mae, sacou, então, a segunda arma, que a namorada de Thomas também conseguiu tomar.

Desarmada, a idosa filicida sentou-se numa cadeira e esperou a chegada da polícia. Ao ser presa, disse apenas: “Vocês acabaram com a minha vida; então acabei com vida de vocês”.

Quando foi detida, os policiais perguntaram o que ela acreditava que aconteceria com ela após a morte de Thomas, ela disse a colocariam “para dormir, em razão de seus atos”, numa referência indireta à pena de morte.

Na terça-feira ela foi levada à presença do juiz em cadeira de rodas e foi acusada de homicídio. Ela disse que o filho pretendia colocá-la num asilo porque ela havia se tornado uma pessoa difícil de conviver. (O Dia)

Olhe link da matéria completa:
https://odia.ig.com.br/mundo-e-ciencia/2018/07/5555060-idosa-mata-filho-por-medo-de-ir-para-asilo.html

 

Compartilhar: