Prefeitura fatura quase R$ 220 mil com leilão

Foto: Marcos Cardial

Previsão inicial era de arrecadar R$ 197.133,93, mas leilão atingiu faturamento de R$ 219.626,32 com a venda de 15 lotes

A prefeitura de Alto Araguaia (Sudeste de Mato Grosso) obteve um faturamento de R$ 219.626,32 com a realização do leilão de veículos, máquinas e outros itens na manhã desta segunda-feira (11/01) no pátio do 15º Batalhão de Polícia Militar. Nem mesmo o tempo nublado e a chuva que caiu pela manhã afastou os interessados em arrematar os bens.

A leiloeira Renata Ferminino conduziu o leilão de forma descontraída e ‘bateu o martelo’ para 15 dos 18 lotes colocados à venda pela Prefeitura de Alto Araguaia. Cerca de 40 pessoas entre compradores, organizadores e curiosos participaram do certame. Os interessados vieram de Cuiabá, Primavera do Leste, de várias cidades de Goiás, mas a maioria dos compradores foi mesmo de Alto Araguaia.

Inicialmente o leilão contaria com 22 lotes, mas por conveniência administrativa foram retirados quatro lotes, sendo um gol 2013/2013 (lote 08); dois geradores de energia, sendo um MWM (lote 16) e outro Cummins (lote 18) e uma Trailblazer LTZ automática 2013/2013 (lote 20).

Com 18 lotes à disposição dos interessados, o objetivo da prefeitura era arrecadar R$ R$ 197.133,93. Mas a expectativa foi superada, chegando-se ao montante de R$ 219.626,32 com a venda de 15 lotes, já que o lote 04 (um micro-ônibus), lote 13 (uma máquina de pintar meio fio) e lote 21 (caminhonete S-10) não tiveram interessados. O valor da arrecadação evidenciou a grande concorrência entre os arrematantes.

Outra preocupação da prefeitura foi com a transparência do leilão. Além da divulgação junto à imprensa local, o site oficial do município constantemente foi alimentado com informações sobre o certame. Diversos outros veículos de comunicação no estado também dera ênfase ao leilão. Também foi contratada mídia volante para reforçar o trabalho de divulgação junto à comunidade local.

A retirada dos lotes só acontecerá quando os compradores tiverem feito o depósito na conta da Prefeitura. A regularização dos veículos junto ao DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito), a retirada do local, bem como quaisquer outras despesas (transferências, vistorias, remarcação de chassi, alteração de características de modelo, etc.) ficam sob a responsabilidade dos arrematantes. A transferência do veículo arrematado deverá ser efetuada dentro de 30 dias, conforme legislação de trânsito.

O prefeito Maia Neto (PSDB) disse que valor arrecadado será destinado para outras despesas de capital do município. “Descongestionamos o espaço. Vamos diminuir custos e com certeza daremos mais funcionalidade à máquina pública. O recurso arrecadado será investido em melhorias para o município. Queremos agradecer a todos os arrematantes de Alto Araguaia, de outras localidades de Mato Grosso e de Goiás. Parabenizar também os servidores municipais pelo envolvimento e pelo sucesso do leilão”, ressaltou o prefeito satisfeito com o resultado obtido com o certame.

ITENS LEILOADOS
Lote 01: Uno 2008/2008, R$ 7.700,00; lote 02: caminhão 1985/1986, R$ 25.600,00; lote 03: Ranger 2011/2012, R$ 25.100,00; lote 05: Uno 2008/2008, R$ 8.100,00; lote 06: caminhonete Ranger, R$ 27.826,32; lote 07: Uno 2006/2006, R$ 7.050,00; lote 09: Grand Livinia 2011/2012, R$ 19.550,00; lote 10: Toyota Bandeirantes 1005/1996, R$ 8.500,00; lote 11: Uno 2004/2005, R$ 7.100,00; lote 12: pá-carregadeira Komatsu, R$ 36.500,00; lote 14: caçamba basculante, R$ 2.350,00; lote 15: caçamba basculante, R$ 3.600,00; lote 17: gerador com moto Yanmar, R$ 4.00,00; lote 19: Blazer Adventure 2009/2009, R$ 25.100,00 e lote 22: D20 Custom 1993/1993, R$ 11.500,00.

Délcio Pereira do Nascimento veio participar do leilão interessado em arrematar um dos veículos. E saiu de lá somente depois que garantiu o maior lance no lote 11, um veículo Uno 2004/2005 arrematado por R$ 7.100,00. “Tinha que ser um preço compatível com o que a gente ganha. Meu interesse era levar um e consegui”, disse.

Compartilhar: