Prefeitura de Alto Araguaia disponibiliza atendimento psiquiátrico no Hospital Municipal

Assessoria de Imprensa

Os atendimentos com o médico Dr. Márcio de Medeiros Cesar tiveram início na quinta-feira (21)

Já são três especialidades médicas por meio de parceria com Consórcio Regional de Saúde. Prefeito negocia para unidade contar com oito especialistas.

Marcos Cardial – Assecom/AIA

Após o trabalho de gestão do prefeito Gustavo Melo (PSB) o Hospital Municipal Deputado Cacildo Hugueney em Alto Araguaia (415 km de Cuiabá) conta com mais uma especialidade médica: a psiquiatria. Os atendimentos com o médico Dr. Márcio de Medeiros Cesar tiveram início nesta quinta-feira (21). A contratação do profissional ocorreu por meio de parceria entre a prefeitura e o Consórcio Intermunicipal de Saúde Sul de Mato Grosso (CORESS). A previsão é que as consultas ocorram uma vez por mês na unidade.

Somente para o mês de junho 80 pacientes foram agendados pela Coordenação da Central de Regulação do município. Vinte foram atendidos nesta quinta-feira e os demais passarão por consulta no sábado (23), na quinta-feira (28) e sexta-feira (29).

Antes de seguir viagem para Cuiabá, o prefeito Gustavo Melo ressaltou que a administração trabalha para ampliar o quadro de especialidades médicas no hospital municipal. Desde o início de 2018 até agora são três especialistas contratados por meio de parceria com o Consórcio Regional de Saúde. A unidade já conta em seu quadro de profissionais com obstetra e ginecologista.

O objetivo, observou o prefeito, é evitar que os pacientes se desloquem até Rondonópolis em uma viagem longa entre ida e volta, bem como poupar recursos públicos com o deslocamento.

“Nosso diálogo com o Consórcio Regional de Saúde tem sido constante. O foco é a ampliar as especialidades médicas e garantir aos moradores atendimento em domicílio. Os médicos pediatra e ortopedista já atendem em nosso município, o que fez o hospital municipal saltar de duas para quatro especialidades. Queremos mais. Estamos em fase de discussão visando a contratação de médicos anestesista, cirurgião, cardiologista, otorrinolaringologista e oftalmologista. Será um avanço significativo para saúde pública em nossa cidade”, disse.

 

Compartilhar: