Polícia Civil prende suspeito de espancar homem até a morte

Polícia Civil

Crime teria sido por vingança, em razão da vítima ter ateado fogo na casa de um familiar do suspeito. Depois de espancado, homem morreu no próprio local, no Setor Leste Universitário, em Goiânia

 A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), apresentou nesta terça-feira (06/06), Bruno Gomes Ferreira, suspeito de espancar até a morte Marcel Alves de Souza. O crime aconteceu no dia 9 de abril deste ano no Setor Leste Universitário, em Goiânia. Ao ser abordado por policiais nesta segunda-feira (5), em um shopping da capital, Bruno não esboçou resistência e se deixou conduzir pela equipe de policiais da especializada.
De acordo com a Polícia Civil, Bruno e alguns amigos teriam atacado Marcel após a vítima ter ateado fogo na casa da própria irmã, que é sogra do suspeito do homicídio. As investigações apontaram que Marcel de Souza era usuário de drogas e que no dia do crime ele tinha ido até à casa da irmã, Sônia, a fim de pegar cola de sapateiro para cheirar, uma vez que ela utiliza o produto em suas atividades profissionais. Diante da recusa da irmã, Marcel teria ateado fogo à residência.
Segundo ainda os policiais, com a casa em chamas, Sônia avisou Bruno Ferreira do ocorrido, e este, acompanhado de alguns colegas, foi de carro até lá e ao encontrarem Marcel passaram a espancá-lo, inclusive fazendo uso de uma enxada. Marcel morreu no local em razão das lesões corporais sofridas.
Os policiais da DIH informaram, também, que Bruno Gomes Ferreira já tem passagens por receptação, e que ao ser preso confessou o assassinato. Ele responderá por homicídio qualificado, em que a vítima não teve chance de se defender.  (Comunicação Setorial – SSPAP)

 

 

Compartilhar: