PAM recebe ações para conter força das chuvas e evitar danos ao parque

Foto: Reprodução

Consórcio constrói curvas de nível e amplia bocas de lobo ao redor do Parque Ambiental Macambira

Dentre as medidas para amenizar e conter a força das chuvas no Parque Ambiental Macambira (PAM) de Goiânia, o Consórcio que executa as obras do Programa Urbano Ambiental Macambira Anicuns (Puama) está construindo curvas de nível dentro do parque e ampliando as bocas de lobo e ramais ao seu redor. As intervenções visam melhorar a captação das águas, bem como a adaptação do formato de algumas dessas bocas de lobopara impedir a contenção de resíduos.

Já foram construídas várias bocas de lobo para o escoamento da água que desce da parte alta do Setor Faiçalville rumo ao PAM, porém, devido à força da chuva e ao lixo que é carreado, elas se tornaram insuficientes para escoar o volume de água que vem caindo nos últimos dias. Isto se deve a vários fatores, desde a questão da permeabilidade do solo e a drenagem subdimensionada no bairro, até o descarte inadequado e indiscriminado de lixo pela própria comunidade, o que proporciona entupimento de bocas de lobo e alagamento de algumas regiões.

Também já estão sendo instaladas grelhas e novas caixas de infiltração dentro do PAM para ampliar a captação e o escoamento da água da chuva. O prazo final para a entrega do objeto licitado – PAM, setores 1, 2 e 3 do Parque Linear e as travessias – é setembro de 2016 e o ocorrido não implicará em atrasos na obra.

É preciso esclarecer, ainda, que os danos causados em alguns pontos do parque não inviabilizam seu uso pela comunidade. Os goianienses já estão desfrutando normalmente do espaço, inclusive com a realização de passeios ciclísticos, caminhadas e brincadeiras no Parque Infantil.

O PAM
Com uma área estimada em 25,5 hectares, o Parque Ambiental Macambira (PAM)  conta com um Núcleo Socioambiental; Núcleos de Estar; Praça das Esculturas – espaços equipados com pequenas praças com pergolados, bancos, bebedouros, entre outros, para a apreciação da paisagem do parque – e um Núcleo de Recreação Infantil com parquinhos de areia.

Situado no Setor Faiçalville, o PAM é uma Unidade de conservação onde se localizam nascentes do Córrego Macambira e que se tornará um importante espaço de aprendizado e disseminação de noções de conscientização ambiental, além de promover o lazer e a convivência da comunidade.

Puama
O Puama é uma iniciativa da Prefeitura de Goiânia em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e visa solucionar problemas resultantes da ocupação desordenada do espaço urbano ao longo do Córrego Macambira e do Ribeirão Anicuns. O Programa prevê a execução do Parque Linear Macambira Anicuns, com 24 km de extensão, e do Parque Ambiental Urbano Macambira (PAM), situado no bairro Faiçalville. O Parque Linear foi dividido em 11 setores (trechos) de construção para melhor condução dos trabalhos, porém, o escopo de obras não será executado de uma só vez, será licitado e executado por etapas. A primeira etapa prevê a execução do Parque Ambiental Macambira (PAM) e dos setores 1, 2 e 3 do Parque Linear e, ainda, obras que visam à melhoria da mobilidade urbana, englobando as travessias das Ruas Joaquim Pedro Dias e Egirineu Teixeira e a Avenida Trieste. Serão realizados serviços de construção civil, paisagismo, arquitetura, urbanização, pavimentação, micro e macrodrenagem, bueiros, recuperação de fundos de vale e canais, correção de erosões e revegetação de Áreas de Preservação Permanente (APPs).

TEXTO: SELMA SOARES

Compartilhar: