Férias: confira as rotas e as condições das rodovias goianas

Reprodução/Internet

Agetop informa a situação de algumas rodovias estaduais com destino a cidades consideradas pontos turísticos

Percorrer com comodidade as rodovias estaduais que se destinam às cidades goianas consideradas pontos turísticos é o que assegura a Agetop neste mês de julho, período de férias e de aumento do volume de veículos em circulação na malha rodoviária. 
Investimentos em obras de reconstrução e conservação qualificaram as condições de tráfego, assim como em obras de construção e duplicação, que modernizaram e expandiram a malha, com novas rodovias estaduais. 
Mas, para a paz no trânsito é necessário ainda cuidados com a manutenção dos veículos, a segurança de motorista e passageiro quanto ao uso do cinto de segurança e atendimento das leis de trânsito, e atenção nas travessias de pedestres em perímetro urbano das vias.

Goiás (149 km), Aruanã (324 km) e São Miguel do Araguaia (486 km)
Pegar a GO-070, no sentido Goianira-Itauçu-Itaberaí-Goiás. Na cidade de Goiás, continuar na GO-164, passando por Faina e Araguapaz. De Araguapaz, pegar a GO-530 até Aruanã. Para São Miguel do Araguaia, continuar na GO-164 após Araguapaz.
Situação:
Goiânia-Itauçu: trecho ótimo, com pista dupla.
Itauçu-Itaberaí-Trevo de Mossâmedes: trecho muito excelente.
Trevo de Mossâmedes-cidade de Goiás: trecho em obras de duplicação.
Cidade de Goiás-Araguapaz: trecho muito bom.
Araguapaz-Aruanã: trecho excelente.
Araguapaz-São Miguel do Araguaia: trecho bom.

Caldas Novas (170 km)
Saída pela GO-020, até Bela Vista. Sete quilômetros após Bela Vista, pegar o Entroncamento com a GO-147, até Piracanjuba e seguir para a GO-217 até o Entroncamento com a GO-213. Seguir sentido Caldas Novas.
Situação:
Goiânia-Bela Vista de Goiás: trecho ótimo, com pista dupla.
Bela Vista-Piracanjuba: trecho muito bom, reconstruído.
Piracanjuba-Entroncamento GO-213: trecho bom.
Entroncamento GO-213-Caldas Novas: trecho bom (em obras de duplicação).

Araguarças: 407 km
Saída pela GO-060, sentido Trindade-Nazário-São Luís de Montes Belos-Iporá-Piranhas-Bom Jardim de Goiás e Aragarças.
Situação:
Goiânia-Firminópolis: trecho ótimo, reconstruído, com pista dupla até Trindade.
Firminópolis-São Luís de Montes Belos: trecho muito bom, reconstruído.
São Luís de Montes Belos-Iporá: atenção, trecho com obras de reconstrução, até trevo para Fazenda Nova
Iporá-Piranhas: trecho bom.

Buriti Alegre: 178 km
Saída pela BR-153 na direção de Aparecida de Goiânia-Hidrolândia-Morrinhos. Quinze quilômetros após Morrinhos, entrar no trevo para a GO-419 e seguir até Buriti Alegre. Outra opção é continuar pela BR-153 e, sete quilômetros após Goiatuba, pegar a GO-210 até Buriti Alegre.
Situação:
Buriti Alegre: as rodovias estaduais dos dois roteiros apresentam boas condições.

Jaraguá: 97 Km e Minaçu: 487 km
Saída pela GO-080, passando por Nerópolis-Petrolina-São Francisco de Goiás, BR-153. Após São Francisco, pegar a BR-153 no sentido Jaraguá-Rialma-São Luiz do Norte-Uruaçu-Santa Tereza de Goiás. Em Santa Tereza, pegar a GO-241, e seguir para Formoso-Campinaçu-Minaçu.
Situação:
Goiânia-Nerópolis: trecho bom, com pista dupla.
Nerópolis-Petrolina-São Francisco de Goiás-BR-153: trecho excelente
Santa Tereza-Campinaçu-Minaçu: trecho muito bom, reconstruído. O usuário pode encontrar serviços de roçagem sendo executados em algum ponto da rodovia

Pirenópolis: 125 km
Saída pela BR-153 até Anápolis. Em Anápolis, seguir pela BR-414 na direção a Corumbá de Goiás. No distrito de Planalmira, pegar a GO-338 à esquerda, até Pirenópolis.
Situação:
Planalmira-Pirenópolis: trecho bom.

Alto Paraíso de Goiás: 425 km
Sair pela BR-153 em direção a Anápolis e seguir para Brasília, na BR-060. Em Brasília, seguir na direção de Planaltina e pegar a GO-118 no sentido São Gabriel-São João D'Aliança-Alto Paraíso.
Situação:
Divisa GO-DF-São João D'Aliança: trecho ótimo.
São João D'Aliança-Alto Paraíso: trecho ótimo, reconstruído.

Três Ranchos: 292 km
Saída pela rodovia GO-020, passando por Bela Vista-Cristianópolis-Santa Cruz de Goiás-Palmelo-Pires do Rio. Em Pires do Rio pegar a GO-330, no sentido Urutaí-Ipameri-Catalão-Três Ranchos.
Situação:
Goiânia-Bela Vista: trecho ótimo, com pista dupla.
Bela Vista-Pires do Rio-GO 330: trecho bom.
Ipameri-Catalão-Ouvidor: trecho regular.
Ouvidor-Três Ranchos: trecho regular.

Goianésia: 172 Km
Sair pela BR-153 no sentido Anápolis-Jaraguá. Em Jaraguá, pegar a GO-080 até Goianésia. Outra possibilidade é pegar a GO-080, passando por Nerópolis-Petrolina-São Francisco de Goiás. Após São Francisco, pegar a BR-153 até Jaraguá e seguir na GO-080 até Goianésia.
Situação:
Goiânia-Nerópolis: trecho ótimo, com pista dupla.
Nerópolis-Petrolina-São Francisco de Goiás-BR-153: trecho excelente
Entroncamento BR-153-Jaraguá-Goianésia: trecho muito bom.

Salto do Iriquira: 316 km
Saída pela BR-153 até Anápolis. Em Anápolis pegar a BR-060 para Abadiânia-Alexânia-Brasília. Seguir para Formosa na BR-020 e, na cidade, pegar a GO-116 até Salto de Itiquira.
Situação:
Formosa-Salto do Itiquira: trecho muito bom, reconstruído.

São Simão: 415 km
Saída pela BR-060 até Rio Verde. Em Rio Verde, pegar a BR-452. No Entroncamento com a GO-164 (Quirinópolis) seguir para Paranaiguara, na BR-364, até chegar a São Simão.
Situação:
Entroncamento BR-364-Quirinópolis: trecho regular.
Quirinópolis-Paranaiguara: trecho bom.

Lagoa Santa: 420 km
Pegar a BR-060 até Rio Verde. Na cidade, seguir pela GO-174 e GO-422 até Aparecida do Rio Doce. Entrar à esquerda na BR-364 até o Entroncamento da GO-206. Seguir até Lagoa Santa, passando por Caçu, Itarumã e Itajá.
Situação:
GO-174 e GO-422 (Aparecida do Rio Doce): trecho bom na GO-174. E na GO-422 trecho regular;
Entroncamento BR-364 com GO-206 (Caçu) até Itajá: trecho com obras de reconstrução.
Itajá-Lagoa Santa: trecho muito bom.

Comunicação Agetop

(Portal Goiás)

 

 

 

Compartilhar: