BRF abre 500 vagas de emprego para reabrir unidade em Jataí

TV Anhanguera/Reprodução

Desempregados fazem fila para se candidatar a vagas da BRF, em Jataí

A indústria de alimentos BRF Brasil Foods, dona de marcas como Perdigão e Sadia, está com mais de 500 vagas de emprego abertas para a unidade produtiva de Jataí, na região sudoeste de Goiás. O local está desativado desde o ano passado, mas deve ser reaberto em janeiro de 2018. Diante das oportunidades, quase mil pessoas fizeram fila, na segunda-feira (13), na porta do local da seleção.

De acordo com a BRF, as vagas serão preenchidas gradativamente. A primeira etapa vai ser contratar 170 pessoas, para as áreas de produção, manutenção e administrativa.

Desempregada há quase dois anos, Naiara Vieira de Souza foi uma das candidatas a enfrentar a fila. Ela mora em Indiara, e viajou mais de 200 quilômetros para poder cadastrar o currículo em Jataí. “Na minha cidade eu deixei currículo em várias empresas, mas durante esses quase dois anos eu nunca fui chamada. Então, assim que eu vi a publicação que ia estar saindo vaga para cá, não pensei nem duas vezes”, afirmou.

Para se candidatar a alguma das vagas, os interessados devem comparecer, até a próxima sexta-feira (17), ao Sesi/Senai, no Setor Divino Espírito Santo, em Jataí. O local ficará aberto das 8h às 12h, e das 13h às 17h. Na quarta-feira (15), feriado da Proclamação da República, a seleção vai ser interrompida e retomada na quinta-feira.

Na primeira etapa, os candidatos preenchem uma ficha de cadastro, com dados pessoais e informações de experiências e referências. Após o cadastro, a empresa vai fazer uma triagem e selecionar currículos para uma segunda fase.

A empresa integra o conjunto de fábricas que atendem a OneFoods, subsidiária da companhia dedicada ao mercado muçulmano.

Fechamento
A unidade foi fechada em junho de 2016, quando mais de 500 funcionários foram dispensados. Na época, a BRF alegou que o fechamento acontecia por conta da crise econômica, e que os funcionários serão convidados para trabalhar em outras unidades da companhia.

Mirian Pires de Oliveira foi uma das demitidas no ano passado. Depois que saiu, chegou a arrumar outro emprego, mas há dois meses está fora do mercado de trabalho e sonha em poder voltar a trabalhar na empresa. (Por Murillo Velasco, G1 GO)

Olhe link da matéria completa:
https://g1.globo.com/goias/noticia/brf-abre-500-vagas-de-emprego-para-reabrir-unidade-em-jatai.ghtml

 

 

Compartilhar: