Turquia alerta Rússia para não ‘brincar com fogo’, diz agência

Foto: Reprodução

O clima de tensão vem aumentando entre os presidentes da Turquia e Rússia. As declarações de ontem de Recepp Erdogan (foto), tende piorar as relações entre os dois países

O presidente da Turquia, Recepp Erdogan, alertou o presidente da Rússia, Vladimir Putin, a não "brincar com fogo" sobre a questão de seu governo ter abatido um jato russo que, segundo a Turquia, invadiu seu espaço aéreo, informou a BBC.

Segundo a agência de notícias, Erdogan também disse que quer se encontrar com Putin "cara a cara" na Conferência do Clima de Paris, a COP 21, que começa na segunda-feira, para resolver o impasse. 

Putin quer um pedido de desculpas da Turquia antes de conversar com Erdogan, informou o assessor do presidente russo.


LEIA MAIS…

Turquia pede a seus cidadãos que evitem viagens para a Rússia

A Turquia emitiu um alerta de viagem orientando seus cidadãos a adiar viagens não urgentes e desnecessárias para a Rússia. O Ministério das Relações Exteriores da Turquia explicou neste sábado que estava emitindo o aviso porque os viajantes turcos estavam enfrentando "problemas" na Rússia. O órgão do governo aconselhou os turcos a adiarem seus planos de viagem até que a "situação se torne clara". 

A derrubada de um jato militar russo, na última terça-feira (24) pelas forças armadas da Turquia, levou a uma resposta dura de Moscou. Foi a primeira vez em cinquenta anos que um membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) abateu um avião militar russo.

Desde então, a Rússia colocou restrições a circulação de turistas, deixou caminhões turcos abandonados nas fronteiras, confiscou grandes quantidades de importações de alimentos turcos e começou a preparar uma série de sanções econômicas mais amplas contra a Turquia.

Compartilhar: