OMS declara que Serra Leoa está livre de ebola

AFP

Doença matou quase quatro mil pessoas em Serra Leoa

Compartilhar:

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que Serra Leoa está livre de transmissões do vírus ebola, mas vai manter o país em vigilância reforçada pelos próximos 90 dias, na eventualidade de novos casos da enfermidade serem reportados. Segundo a entidade, há 42 dias não foram identificados novos pacientes com suspeita do vírus. O período equivale ao dobro do tempo de incubação do ebola, o que corrobora para a tese de que o país agora está livre da doença.

Quase quatro mil pessoas morreram em Serra Leoa devido à enfermidade, na que foi considerada a pior epidemia do ebola na história. O país foi um dos mais atingidos e, junto com a Guiné e a Libéria, somou 11 mil vítimas fatais no surto. A Guiné está há 21 dias sem registrar novos casos. A OMS organizou parte da resposta à enfermidade e do contingenciamento da situação e tem sido alvo de críticas de representantes que consideram que a organização teve uma liderança fraca no processo. 

Compartilhar: