EUA anunciam pacote de US$ 1,83 bilhão em venda de armas para Taiwan

Foto: Reprodução

O governo norte-americano notificou o Congresso de que a proposta de armas incluía duas embarcações da Marinha dos EUA, mísseis antitanque, veículos de ataque anfíbio e mísseis terra-ar Stinger

O governo do presidente Barack Obama anunciou ontem, 16, um pacote de US$ 1,83 bilhão em vendas de armas para Taiwan, o primeiro em quatro anos dos Estados Unidos para a ilha. A China considera Taiwan parte de seu território e já disse que a venda, esperada, deveria ser cancelada para impedir que isso prejudicasse as relações ao longo do Estreito de Taiwan e entre Pequim e Washington.

O governo norte-americano notificou o Congresso de que a proposta de armas incluía duas embarcações da Marinha dos EUA, mísseis antitanque, veículos de ataque anfíbio e mísseis terra-ar Stinger.

O Congresso tem 30 dias para revisar a venda, mas não deve fazer objeções. O governo e a oposição norte-americanos avaliam que Taiwan não está adequadamente armado para se defender contra uma China cada vez mais poderosa. Congressistas republicanos elogiaram o anúncio, mas pediram a venda mais frequente de armas para Taiwan.

Desde 2010, o governo dos EUA anunciou mais de US$ 12 bilhões em vendas de armas para Taiwan, mas nenhuma desde os US$ 5,9 bilhões em vendas de setembro de 2011. Na ocasião, a China protestou diplomaticamente e suspendeu algumas colaborações militares com os EUA, ainda que o caso não tenha afetado muito os laços.

Na terça-feira, o Ministério das Relações Exteriores da China havia emitido um alerta para a possibilidade de mais um pacote de armas dos EUA para Taiwan, dizendo que isso ameaçava a relação com os norte-americanos.

Compartilhar: