Atendimento é ampliado para garantir qualidade de vida a idosos

FOTO: REPRODUÇÃO

O Centro de Convivência Norte Ferroviário disponibiliza à comunidade atividades laborativas, aulas de dança e coral, cursos de contação de histórias, inclusão digital e trabalhos manuais, como artesanato e reciclagem

O programa de atendimento ao idoso desenvolvido pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), com apoio do Governo do Estado, ganhou mais uma unidade em Goiânia. O Centro de Convivência de Idosos Norte Ferroviário amplia os benefícios que já são proporcionados pelo Complexo Gerontológico Sagrada Família, o Centro de Convivência Vila Vida e o Centro de Convivência Cândida de Morais, unidades que integram a rede de assistência à pessoa da terceira idade da OVG.

O Centro de Convivência Norte Ferroviário disponibiliza à comunidade atividades laborativas, aulas de dança e coral, cursos de contação de histórias, inclusão digital e trabalhos manuais, como artesanato e reciclagem. A unidade tem por objetivo promover a socialização e a valorização do idoso, permitindo a troca de experiências e o exercício do corpo e da mente. Realiza eventos em datas festivas para propiciar socialização e elevar a autoestima das pessoas com mais de 60 anos.

A presidente de honra da OVG, Valéria Perillo, observa que a ampliação do atendimento é oportuna diante do envelhecimento da população e da necessidade de oferecer acolhimento e apoio que garantam dignidade ao idoso. “Eles merecem um tratamento respeitoso e eficiente. Nossas unidades contam com equipes de profissionais que se ocupam, com carinho e dedicação, em promover ações para amparar, cuidar e estimular essas pessoas o tempo todo. A ideia é proporcionar a elas melhoria da qualidade de vida”, cita.

Outras unidades
A OVG começou a trajetória na assistência aos idosos com o Complexo Gerontológico Sagrada Família, no Jardim Bela Vista. O Complexo é referência no tratamento de pessoas com mais de 60 anos, garantindo-lhes segurança, proteção e longevidade, dentro dos padrões da Política Nacional do Idoso e do Estatuto do Idoso. O Complexo possui uma equipe diversificada formada por profissionais de Nutrição, Terapia Ocupacional, Educação Física, Assistência Social, Psicologia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Enfermagem, Pedagogia e residência em Geriatria.

Desenvolve os projetos Centro Dia Sagrada Família, voltado para o atendimento de pessoas com idade igual ou superior a 65 anos em atividades como hidroginástica, natação, hidroterapia, e o Telecentro – curso gratuito para a terceira idade, que ensina noções básicas em informática e como acessar a internet. O Complexo atendeu 532 idosos em 2015.

Localizado no Setor Coimbra, o Centro de Convivência de Idosos Vila Vida foi fundado em 1994 como um conjunto habitacional para idosos, com 30 casas. Desenvolve a Oficina Laborativa, por meio da qual os idosos produzem artigos como tapetes, bordados e outros tipos de artesanato. A unidade também conta com a Oficina Educativa, que promove a alfabetização de idosos. A Vila Vida dispõe de equipe multidisciplinar composta por profissionais das áreas de Assistência Social, Psicologia, Educação Física, Enfermagem e Fisioterapia.

É referência na modalidade Casa Lar e atendeu 3.190 idosos em 2015. Além dos moradores, a Vila Vida atende em média três mil idosos da comunidade por mês, que participam das atividades realizadas no local. Com salão, duas piscinas aquecidas e quiosque, são oferecidas diversas atividades como hidroginástica, terapia ocupacional, jogos, bailes e tardes dançantes.

O Centro de Convivência de Idosos Cândida de Morais oferece várias atividades gratuitas, como treinamento funcional (de equilíbrio e fortalecimento muscular), cozinha terapêutica, inclusão digital, dança, teatro, coral, oficina de beleza e roda de conversa.

A programação inclui ainda jogos lúdicos, sessão de cinema, atividades pedagógicas e laborativas, como a produção de tapetes, panos de prato e toalhas para lavabo bordadas. O atendimento, que beneficiou 319 idosos em 2015, conta com equipe multidisciplinar, formada por pedagogo, fisioterapia, terapeuta ocupacional, assistente social e psicólogo.

Compartilhar: