Santos vê dívida crescer e passa a ser o clube mais devedor de São Paulo. Líder é o Botafogo

Foto: Montagem

Botafogo deve R$ 845,5 milhões, seguindo do Flamengo e Vasco da Gama, todos do Rio de Janeiro

O Santos é o clube com o maior endividamento entre os quatro grandes de São Paulo. A dívida do time da Vila Belmiro cresceu 26% no período entre 2013 e 2014, passando de R$ 296,7 milhões para R$ 373,2. Os outros paulistas têm dívidas menores: São Paulo (R$ 340,9 milhões) Palmeiras (R$ 332,7), Corinthians (R$ 313,5). Os números fazem parte de um estudo realizado pela consultoria BDO sobre o valor das marcas e as finanças dos 24 maiores clubes do Brasil.

Embora o Santos esteja em desvantagem em relação aos clubes do estado, a situação é um pouco mais confortável no cenário nacional. Sua dívida é menos da metade do “líder” do ranking, o Botafogo, que tem endividamento de R$ 845,5 milhões.

Paralelamente ao aumento de sua dívida, o Santos também perdeu receitas. A equipe caiu duas posições no ranking de maiores rendimentos do futebol brasileiro e ocupa hoje a 9ª posição. A receita total caiu 11% em relação a 2013, o que representa R$ 20 milhões. Nesse item, a queda com patrocínio e publicidade (de 29% para 17%) do total foi o grande "vilão". A queda de receitas no entanto, parece ter sido restrita ao ano passado. Nos últimos cinco anos, ainda de acordo com o levantamento da BDO, a receita total do clube apresentou evolução de 46%.

No início do ano, a crise financeira fez com que o Santos perdesse na Justiça jogadores importantes, como o volante Arouca e o goleiro Aranha, que se transferiram para o Palmeiras, e o lateral Mena, que foi para o Cruzeiro. Tudo por causa do atraso no pagamento de salários. Hoje, todos os vencimentos estão em dia. A falta de um patrocinador é o principal argumento da gestão anterior para se defender das críticas de má administração.

Membros do Comitê de Gestão no mandato de Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro e Odílio Rodrigues afirmam que o ponto de inflexão foi a ausência do time na Libertadores em 2013. Isso fez com que o Santos fosse o primeiro clube a sentir a falta de um patrocínio master – até hoje o clube busca patrocínios pontuais para minimizar o rombo. A perda da receita de R$ 18 milhões por ano teria produzido o início da crise.

Consultores de marketing esportivo ouvidos pelo jornal O Estado de S. Paulo chamam a atenção para a situação peculiar do Santos, que ocupa um lugar diferenciado no imaginário dos torcedores pela geração de craques que formou no passado (Pelé, Coutinho, Pepe) e no presente (Robinho, Diego e Neymar) e, mesmo assim, não consegue aumentar suas receitas. 

AS 10 MAIORES DÍVIDAS EM 2014 (EM MILHÕES DE REIAIS):

1. Botafogo – 845,5 milhões
2. Flamengo – 697,9
3. Vasco – 596,5
4. Atlético-MG – 486,6
5. Fluminense – 439,6
6. Grêmio – 382,1
7. Santos – 373,2
8. São Paulo – 340,9
9. Palmeiras – 332,7
10. Corinthians – 313,5

Compartilhar: