Para Daniel Alves, seleção se superou para arrancar o empate no Paraguai

Foto: Reprodução

Daniel Alves: “O jogo se tornou difícil. Graças a Deus não saímos machucados, o campo é um desastre. Mas que nada sirva de desculpas”

Autor do gol que evitou a derrota da seleção brasileira contra o Paraguai, nesta terça-feira, em Assunção, o lateral-direito Daniel Alves disse que a equipe acabou se superando. “Quando não dá na qualidade, tem de ir na personalidade, no espírito, na garra".

O jogador do Barcelona, que nesta terça-feira completou 90 partidas pela seleção, reconheceu que a equipe não jogou bem em Assunção, mas afirmou que as dificuldades já eram esperadas. “O adversário nos eliminou na Copa América (no Chile, no ano passado). Acredito que temos que melhorar. Deixamos muito espaço. Vamos melhorar conversando. Os adversários vão nos respeitar com trabalho e não com as estrelas que temos no peito".

Para Daniel Alves, a reação do time após estar perdendo por 2 a 0 mostrou o espírito da equipe. “O jogo se tornou difícil. Graças a Deus não saímos machucados, o campo é um desastre. Mas que nada sirva de desculpas. Esse é o grau de dificuldade das eliminatórias. Para gente conseguir objetivo, não serve só a qualidade".

O zagueiro Gil destacou o fato de o time ter lutado bastante. “A gente sabe que Eliminatórias são sempre difíceis. Mostramos no segundo tempo que a gente tem totais condições de conseguir a classificação", garantiu.

Compartilhar: