Papa Francisco convoca Ronaldinho para Jogo pela Paz

Foto: Reprodução

"A partida pela paz quer demonstrar que somos capazes de fazer paz com o jogo, com a arte", disse Francisco

O atacante Ronaldinho Gaúcho foi convocado nesta quarta-feira pelo papa Francisco para participar do Jogo pela Paz, que será realizado no dia 29 de maio no Estádio Olímpico de Roma. O brasileiro foi recebido pelo chefe da Igreja Católica no Vaticano e ficou comovido com o convite. No entanto, sua presença não está garantida. As escalações serão divulgadas em um outro evento, em data a ser definida.

"A partida pela paz quer demonstrar que somos capazes de fazer paz com o jogo, com a arte", disse Francisco. O lançamento da segunda edição do Jogo pela Paz aconteceu durante a programação do Congresso Mundial "Scholas Ocurrentes", rede de escolas que Francisco lançou com o objetivo de fazer mudanças no sistema de educação.

Além de Ronaldinho, estiveram com o papa o jogador costarriquenho Bryan Ruiz, o presidente recém-eleito da Conmebol Alejandro Dominguez, e o presidente da Real Federação Espanhola de Futebol, Javier Tebas. Francisco voltou a destacar a importância do futebol, e do esporte de maneira geral, para educar e promover a "cultura do encontro".

O jogo de 29 de maio será o segundo pela paz promovido pelo papa Francisco. O primeiro aconteceu em 1º de setembro de 2014, e teve a participação, entre outros, dos argentinos Zanetti e Simeone, dos colombianos Valderrama e Córdoba, do ucraniano Shevchenko, além dos italianos Del Piero, Toldo e Buffon, entre outros. A grande estrela foi Diego Maradona. Ronaldinho Gaúcho também foi convidado, mas não compareceu.

Compartilhar: