Fittipaldi vai fazer propaganda dos limites pretendidos

FOTO: REPRODUÇÃO

Emerson: “Faça como eu: não use celular dirigindo, respeite o motociclista, o ciclista e o pedestre. Respeite a sinalização. Nas pistas ou no trânsito, quem tem que estar na frente é a vida. Trânsito bom é trânsito seguro”

Bicampeão de Fórmula 1, Emerson Fittipaldi foi escalado pela gestão João Doria (PSDB) para estrelar a primeira campanha publicitária do tucano. O piloto dá voz a uma propaganda de rádio que informa sobre o aumento das velocidades máximas nas Marginais do Tietê e do Pinheiros, que estava programado para valer a partir do dia 25. 

“Nas minhas corridas, a segurança sempre esteve em primeiro lugar. A partir de 25 de janeiro, as velocidades nas Marginais serão readequadas. Faça como eu: não use celular dirigindo, respeite o motociclista, o ciclista e o pedestre. Respeite a sinalização. Nas pistas ou no trânsito, quem tem que estar na frente é a vida. Trânsito bom é trânsito seguro”, diz o áudio gravado por Fittipaldi.

Para o professor de Comunicação Política do Mackenzie Roberto Gondo, a escolha do piloto prioriza o aspecto pessoal e o conceito de engajamento político. “O tom é de orientação. A ideia é mostrar que mesmo um piloto pode ser prudente. Acho a tentativa positiva, visa a mostrar um contraponto.” Já para o consultor em mobilidade urbana, Rafael Calabria, da ONG Cidade a Pé, a escolha de Fittipaldi foi infeliz. “Simbolicamente, é muito ruim.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Compartilhar: