Em jogo de dois opostos, Corinthians joga pelo título e Vasco para não cair

Foto: Vasco da Gama

Nos treinamentos da semana, técnico do Vasco manteve o mistério sobre a escalação para a partida de hoje

Em jogo cercado de muita expectativa, o Vasco enfrenta o Corinthians nesta quinta-feira, às 22 horas, no estádio de São Januário, no Rio, pela 35.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Desesperado para fugir do rebaixamento, a equipe carioca só pensa na vitória. Com 33 pontos, dentro da zona de rebaixamento, vencer o líder da competição é mais um passo para evitar a queda à Série B. Já para o rival paulista, o triunfo pode significar a antecipação do hexacampeonato brasileiro.

O retrospecto do confronto entre os times dá uma noção da rivalidade. Foi o Vasco, na penúltima rodada do campeonato de 2007, que venceu o Corinthians e selou o rebaixamento dos paulistas na ocasião.

A fórmula para bater um adversário que vem jogando em alto nível no Brasileirão foi dada pelo camisa 10 Nenê: equilíbrio dentro de campo, pressão da torcida e partir para cima do adversário. "Nossa postura tem que ser de tentar o resultado desde o começo do jogo. Claro que o time do Corinthians é forte, um dos mais complicados do campeonato, o que menos perdeu, mas jogamos em casa e temos que mostrar nossa força e tentar o gol desde o primeiro minuto. Estamos prontos para o jogo", afirmou o meia.

O técnico Jorginho manteve o mistério sobre a escalação para a partida durante os treinamentos realizados na semana, mas deve manter o time da última rodada. A boa notícia é que o talismã da torcida, o atacante Rafael Silva, teve o julgamento no STJD, por causa da expulsão diante do Atlético Mineiro, adiado e está livre para jogar.

Compartilhar: