‘Dunga poderia ter me dado mais crédito’, diz goleiro Jefferson

Foto: Osny Araújo

Jefferson : “Minha saída não foi talvez só pelo jogo do Chile, então particularmente fiquei triste, nenhum jogador gostaria de sair da maneira como saí"

A perda da vaga de titular no gol da seleção brasileira ainda não foi bem digerida por Jefferson. Em entrevista ao Sportv, o goleiro do Botafogo reclamou da decisão do técnico Dunga e disse que merecia "mais crédito" por parte do treinador. 

Jefferson perdeu a vaga de titular após a derrotar para o Chile, por 1 a 0, no jogo de estreia do Brasil nas Eliminatórias da Copa do Mundo, no início de outubro. O gol da vitória chilena aconteceu em lance de cobrança de falta na área, no qual o goleiro não conseguiu evitar a cabeçada certeira de Vargas.

"Não digo que me sinto injustiçado, talvez seja uma palavra muito forte", disse Jefferson, na noite desta segunda-feira, ao ser questionado sobre a perda da posição para Alisson. "Não esperava, até pelos meus números na seleção brasileira. Goleiro é uma posição de confiança do treinador, e particularmente nunca usei imprensa para me defender ou acusar alguém, e sempre mostrei dentro de campo meu potencial." 

"Acho que [Dunga] poderia ter me dado um pouco mais de crédito. Minha saída não foi talvez só pelo jogo do Chile, então particularmente fiquei triste, nenhum jogador gostaria de sair da maneira como saí", declarou o goleiro do Botafogo.

Jefferson disse também que não desanimou porque Taffarel, ex-goleiro que acompanhou a seleção naquelas primeiras rodadas das Eliminatórias, demonstrou confiança em seu futebol. "O que me deixou mais tranquilo é que o Taffarel, um dia antes do jogo, falou que quem jogaria seria o Alisson. E disse assim: 'a nossa confiança em você é a mesma, você é um cara importante na seleção brasileira, isso é uma opção do Dunga, mas a gente não vai jogar por terra aquilo que você já fez na seleção brasileira'. Então, me senti valorizado."

Compartilhar: