Aos 34 anos, meia Nenê diz que ainda sonha em chegar à seleção brasileira

Foto: Reprodução

“Claro que o Dunga tem as prioridades dele, mas eu tenho que acreditar. Para o jogador de futebol, principalmente o brasileiro, este é o maior sonho da carreira", confessou Nenê em entrevista ao SporTV

Destaque do Vasco, o meia Nenê não parece ter a idade que aparece em seu documento de identidade: 34 anos. O veterano fez carreira fora do País e voltou ao Brasil somente no ano passado, para tentar salvar o Vasco do rebaixamento no Brasileirão. Não atingiu a meta, mas deixou claro que é um jogador muito acima da média. 

Apesar da idade avançada, ele renovou contrato por mais três anos com o clube de São Januário e ainda quer realizar um sonho: chegar à seleção brasileira. "Eu ainda tenho condições de poder atuar. Claro que o Dunga tem as prioridades dele, e para a Copa do Mundo, ficaria um pouco complicado para mim. Seria possível, mas eu não sei. Eu tenho que acreditar. O jogador de futebol, principalmente o brasileiro, este é o maior sonho da carreira", confessou Nenê em entrevista ao SporTV.

Há cerca de quatro anos, Nenê poderia ter chegado à seleção brasileira. Ele foi titular absoluto do PSG por duas temporadas, mas perdeu espaço quando o clube foi comprado por um grupo do Catar e passou a contratar astros como o sueco Ibrahimovic. À época, o brasileiro preferiu deixar Paris e foi ganhar dinheiro exatamente em Doha, no Al Gharrafa. 

"Depois do Paris, eu fui para o Catar, não tinha torcida nenhuma. Foi complicado me acostumar. Eu estava muito bem, poderia ter continuado no Paris, poderia ter ido para a seleção. O Carlo Ancelotti falou para eu ter calma, para eu não ir embora. Mas realmente era muito absurda (a proposta). Eu também tinha que pensar na minha família", contou.

Compartilhar: