Um projeto educacional que se consolidou no coração do Brasil

Fundada em 11 de março de 1985, a Fundação Integrada Municipal de Ensino Superior (Fimes), mantenedora do Centro Universitário de Mineiros (Unifimes), conseguiu superar os desafios de uma pequena faculdade isolada no coração do Brasil, na cidade de Mineiros, e se transformar num dos mais prósperos projetos universitários do centro-oeste brasileiro.
A reitora da Unifimes no quarto mandato, Ita de Fátima Dias Silva ingressou na instituição em 1992 como professora e acompanhou de perto cada etapa de seu desenvolvimento e as dificuldades vividas.

Sua história dentro da instituição teve início como professora concursada na Fimes, no ano de 1992, para ministrar aulas na faculdade de Pedagogia. No decorrer dos anos assumiu várias funções de gestão como: Secretaria geral, coordenação pedagógica, coordenadora do Programa Alfabetização Solidária, coordenadora do Projeto Rondon, coordenadora do estágio supervisionado da Faculdade de Pedagogia, contribuindo com a formação continuada dos professores das cidades de Mineiros, Portelândia, Santa Rita do Araguaia e Perolândia, através de convênios com as prefeituras.

No ano de 2002, no dia 04/09, foi convocada e indicada pelo Conselho Superior para assumir a Direção Geral da Instituição que estava em “Vacância” devido à destituição do Diretor Geral na época.

No ano de 2004 foi reconduzida pelo Conselho Superior para um mandato de 03 anos. A partir de 2008 sempre foi reconduzida por eleição como Diretora Geral, e duas como Reitora, perfazendo, portanto, 17 anos na direção.

Em entrevista à Olhaki revista, Ita de Fátima faz uma síntese de sua trajetória dentro da Fimes e adianta importantes projetos que foram e serão implantados na sua gestão.
Eis a entrevista…

A Instituição é conhecida por Fimes e por Unifimes. Para melhor entendimento do leitor, nos esclareça…
Ita de Fátima – A Fimes – Fundação Integrada Municipal de Ensino Superior foi criada no ano de 1985, objetivando implantar faculdades isoladas, assim se mantendo até 2004.
Em 2005 foi credenciada como Faculdades Integradas que são mantidas pela Fimes.
Em 2011 foi credenciada como Centro Universitário – Unifimes, mantida pela Fimes. Portanto, Fimes mantenedora é administrada pelo Conselho Superior e pela Diretoria Executiva, composta pelo Diretor Geral (Reitor), Diretor Secretário (Vice Reitor), Diretora Tesoureiro, (Pró-Reitor de Administração e Planejamento).

A senhora tem um grande amor pela Unifimes, não é mesmo?
Ita de Fátima – A Unifimes é um projeto tão grandioso que é impossível a pessoa fazer parte dele sem se apaixonar.
Hoje fico a pensar na ousadia do grupo que teve a brilhante ideia de fundar uma instituição de ensino superior tão distante dos grandes centros, onde tudo era mais difícil de ser conseguido. Com certeza, a sociedade mineirense será eternamente grata aos seus fundadores.
Quando eu percebi que este projeto estava prestes a ruir, devido a interferências políticas, fiquei muito indignada, e ao ser convidada para dar prosseguimento no mesmo, não tive como fugir. Abracei a causa juntamente com o Poder Público, Executivo, Legislativo, Conselho Superior da época, e tive a sorte de poder contar com profissionais competentes e comprometidos, com servidores e alunos, e assim fomos reorganizando a Instituição que estava muito doente em todos os aspectos.

Falo sempre que tiramos a Fimes da UTI e hoje quando a gente vê a grandiosidade, o crescimento, a solidez deste projeto, não tem como não se apaixonar.
Dr. Filgueiras sempre dizia que cada vez que passava por aqui, chorava de emoção.
Destaco sempre que este é o maior patrimônio de Mineiros.
Ter dedicado ¼ da minha vida a esta instituição, para mim é motivo de muito orgulho. Ela cresceu, amadureceu e se consolidou como instituição séria, comprometida, humana.
Eu cresci enquanto profissional e pessoa.
A mensagem que deixo é de esperança, confiança e respeito a todos que acreditaram e acreditam neste projeto.
Que cada administrador que passar por Mineiros olhe a Fimes como uma joia rara que tem muito a contribuir com o desenvolvimento do Município em todos os aspectos.
Não posso deixar de destacar a visão do prefeito Agenor Rezende, que ao solicitar a criação do curso de Medicina teve uma visão empreendedora e de zelo pela saúde do nosso Município.
Outra ação empreendedora do prefeito Agenor foi a doação da quadra em frente a Unifimes. O espaço dela já estava comprometido com a expansão necessária para consolidação dos seus cursos. Nossa gratidão ao Poder Executivo por estas ações e pelo apoio incondicional a IES.
Nossa gratidão ao Conselho Superior, servidores e alunos, a sociedade mineirense que tem acompanhado com muito zelo o crescimento da Unifimes.

Quais foram os maiores desafios?
Ita de Fátima – No decorrer destes anos, a trajetória de nossa gestão tem sido marcada por desafios e sobressaltos, principalmente por interferências do poder público Municipal em alguns momentos.
Quando assumimos a gestão no ano de 2002, a Fimes passava por momento de descrédito em todos os âmbitos, não tinha recursos para honrar seus compromissos, com os funcionários que ficavam três meses de atraso, com fornecedores, o que gerou a quebra de confiança do mercado e descrédito total. Descrédito em todos os âmbitos:
– No Financeiro, inadimplência generalizada com as obrigações fiscais e previdenciárias.
– Pedagógico: descrédito junto aos órgãos reguladores e de controle externo; vestibular suspenso, cursos sobrestado.
– Internamente: insatisfação generalizada, desmotivação e descrença na recuperação da IES, inadimplência de 56%, gestores sem credibilidade.

O que é a Unifimes hoje?
Ita de Fátima – A Unifimes hoje é uma instituição com credibilidade local, regional, estadual, nacional e internacional. Recebemos alunos de vários estados brasileiros. Firmamos convênios nacionais e internacionais para efetivação de intercâmbios no ensino, pesquisa e extensão.
Fazemos parte de associações de Ensino Superior a nível estadual, Asfeg – Associação das Fundações do Estado de Goiás, a nível nacional Animes – Associação Nacional das Instituições Municipais de Ensino Superior, e da Abruem – Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais.
Através destas associações são realizados intercâmbios, troca de experiências com reitores, pesquisadores, professores, técnicos administrativos e alunos, visando o fortalecimento, aprimoramento, desenvolvimento científico e tecnológico; aperfeiçoamento e capacitação dos servidores.
Atualmente a instituição oferece cursos de Graduação, Pós Graduação, Pesquisas e Extensão. Na unidade de Mineiros – Goiás. Os cursos de Graduação são: Administração, Agronômia, Ciências Contábeis, Direito, Educação Física, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia Civil, Engenharia Florestal, Letras, Medicina, Medicina Veterinária, Pedagogia, Psicologia e Sistemas de Informação; já os cursos em andamento de Pós-graduação são: Solos e Nutrição de Plantas; Saúde Coletiva e Atividade Física para grupos especiais; Gestão de Sala de Aula no Ensino Superior; Psicopedagogia Clínica e Institucional.
No campus de Trindade, recém-criado, temos os cursos de Medicina e Direito. Hoje a instituição conta com o apoio de cento e noventa e sete professores, sendo 25 doutores, 71 mestres e 101 especialistas. Tem 2.517 alunos matriculados.

A Unifimes, além do seu aspecto acadêmico, exerce um papel significativo na economia do Município. Movimentando o comércio, o mercado de aluguel, etc. Fale-nos a respeito?
Ita de Fátima – A Unifimes é referência no ensino superior e polo de educação no Sudoeste Goiano, englobando 26 municípios em seu entorno e abrangendo alunos de vários estados, como Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Acre, Alagoas, Rondônia, Maranhão, Bahia, Paranaíba, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande de Sul, Paraná, Santa Catarina, Sergipe, Pernambuco, dentre outros.
O Centro Universitário de Mineiros – Unifimes, recebe alunos de todo o Brasil, sendo que 38% de nossos alunos são de outras cidades e estados da federação. Este fluxo de aluno e visitantes é de aproximadamente 1.000 alunos, gastando em média na cidade, entre alugueis e outros serviços, na ordem de 03 salários mínimos/mês per capita.
Este volume de gastos movimenta a economia local num montante aproximado de R$ 36 milhões/ano. Ou seja, para cada R$ gasto com educação, deixa R$ três no comércio.

Quais foram as maiores conquistas obtidas pela instituição em suas quatro gestões como reitora?
Ita de Fátima – Conquistas:
EVOLUÇÃO DA INFRAESTRUTURA:
Projetos de expansão e modernização; Campus I Zona Urbana:
Bloco Dr. Filgueiras – 5 salas de aulas;
Anexo Bloco Dr. Filgueiras – 10 salas de aulas e 01 mini auditório (100 pessoas);

Bloco F – com 20 salas de aulas;
Bloco administrativo;
Biblioteca central de 811 m², mais um auditório com capacidade para 200 pessoas;
Bloco H – 5.181,00 m², com 59 salas de aulas.
Convênio Shopping Ipê – 2.050 m², com 18 salas de aulas, 01 auditório e 01 biblioteca central.
Expansão da Unifimes em outros Municípios do Estado:
Implantação de um Campus em Trindade com os cursos de Direito e Medicina.

Quais são os maiores desafios da instituição hoje?
Ita de Fátima – Manter a sustentabilidade econômico-financeira do Centro Universitário de Mineiros – Unifimes, através da prestação de serviços educacionais de nível superior com excelência e qualidade nas modalidades Presencial e EAD (Ensino a Distância).
Expandir os serviços nos segmentos: Graduação, Pós-graduação (Lato e Stricto – Mestrado, Acadêmico e Profissional – Doutorado).
Fomentar e dinamizar a pesquisa na IES através de convênios e intercâmbios: nacionais e internacionais-pesquisa em rede.
Transformar a Universidade em uma escola de negócios (empreendedora);
Pesquisa – criar fundo (público x privado) para implantar a pesquisa (FAPEX);
Elevar o percentual do orçamento Unifimes de 1,3% para 3,5% do seu orçamento destinados a pesquisa/extensão universitária nos próximos anos. Com aporte de recursos provenientes de parcerias – convênios resultantes dos acordos de cooperação tecnológico e científico celebrados pela Fimes.

Quais são as metas da diretoria da Unifimes para o ano de 2019?
INFRAESTRUTURA/GESTÃO TECNOLÓGICA:
Nº 1 – Conclusão do bloco “H” de 04 pisos, com 59 salas de aulas, no CAMPUS I (5.381,35 M²);
Nº 2 – murar o Campus I – com guarita e catraca biométrica – (melhor segurança da comunidade acadêmica Unifimes);
Nº 3 – implantação da Rádio Universitária – Rádio Unifimes Educativa FM 95,9 Mhz;
Nº 4 – Consolidar o curso de Medicina em Mineiros e Trindade-Goiás;
Nº 5 – Aulas Interativas – Implementar aulas via Web/Unifimes (on line);
Nº 6 – Digitalização e informatização dos processos Unifimes.

Até o final de sua gestão o que está programado dentro do plano de meta        s?
AREA ACADÊMICA:
– Implantação de novos cursos: Unidade de: Mineiros/Trindade – Em andamento;
– Implantação de Mestrado Profissional/Acadêmico – Em andamento;
– Criar a Universidade de Mineiros – em processo/projeto – transformar o Centro Universitário de Mineiros – Unifimes em Universidade;

Foi divulgado a criação do curso de Doutorado Interinstitucional em Educação em 2019. Mais alguma novidade para este ano?
Ita de Fátima – Sim, o projeto em Dinter em Educação, em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul surgiu devido à necessidade de formar profissionais de alto nível científico em Educação, para atuarem como docentes e pesquisadores comprometidos com o avanço do conhecimento. Assim, a implementação de um doutorado interinstitucional entre instituições parceiras, contribui sobremaneira para o desenvolvimento regional, levando a promover um salto de qualidade rumo ao futuro tão almejado.

Cite três palavras que definem a UNIFIMES hoje…
Ita de Fátima – Credibilidade, responsabilidade, competência.

Compartilhar: