UM NOVO CICLO DE TRANSFORMAÇÕES

CASAL DIVIDE AMOR E TRABALHO EM MINEIROS

Uma catarinense e um paulista se encontraram em Mineiros e aqui, de mãos dadas, estabeleceram fortes laços sociais e empresariais com a comunidade.

Superando as dificuldades provocadas pela pandemia da Covid-19, que afeta o mundo inteiro, com reflexo negativo nas atividades comerciais e na economia, o casal Alexsandra Somera e Rodrigo Rillo Staffe é um verdadeiro exemplo de que com criatividade e amor ao trabalho se é possível encontrar caminhos que levem a resultados positivos.
Nesta entrevista marcada pelo otimismo, eles falam de suas trajetórias de vida e de como o destino os conduziu à cidade de Mineiros.

Mas quem é mesmo Alexsandra Somera e Rodrigo Rillo Staffe? Casados desde 2019, eles são pais de Anne Carollyne (18), Geovanna (11) e Luísa (01). Administram desde 2018 o Ineia Palace Hotel; porém, a grande inquietação de Rodrigo e as mudanças trazidas pela pandemia no último ano fizeram com que um novo projeto fosse iniciado. A loja Mania de Calçados.

Alexsandra e Rodrigo são a junção de culturas totalmente diferentes, com pensamentos e jeito de ser totalmente opostos, porém com sonhos, e projetos muito semelhantes, o que acaba contribuindo na hora de somar experiências na vida e no trabalho.

Eis a entrevista…


GOSTO PELOS CALÇADOS VEM DE BERÇO

Rodrigo Rillo Staffe é paulista, de Araçatuba. Traz do berço o gosto pelos sapatos, especialmente os femininos. Filho de gestores, cresceu vivenciando e aprendendo com seu pai, Edson Luis Staffe, o fascinante e nada rotineiro mundo do varejo.

Em 1996 a família mudou-se para Mineiros, onde sua mãe, Cláudia dos Santos Rillo Staffe, junto com seu pai somariam mais uma vez a determinação e a força de vontade para empreender nesse município, abrindo a então Michelle Calçados. Loja que, segundo Rodrigo, “foi à base e escola para se chegar hoje a esse novo momento em nossas vidas, com a Mania de Calçados”. Filho mais velho de três irmãos, a família se completa com a Michelle Rillo Staffe (QG Jeitinho Caseiro) e o David Rillo Staffe (Imperial Calhas).

“Mineiros é e sempre será o meu berço de coração, local onde cresci acompanhando a chegada das grandes empresas e com elas as infinidades de oportunidades que tive, bem como o enorme prazer de aproveitar algumas delas para meu crescimento pessoal e profissional”, ressalta.

Rodrigo conta que antes de empreender, atuou como gerente de operações do Bretas Supermercado, “entre outras ocupações gratificantes e prazerosas que hoje somam ao meu currículo e fazem de minha gestão como empresário um grande e verdadeiro desafio. Uma constante junção das experiências adquiridas e as novas que surgem diariamente”.

Falando de sua trajetória ele fez questão que agradecer àqueles que lhe estenderam a mão quando de sua chegada a Mineiros: “Seria injusto da minha parte esquecer de nomear amigos que, direta ou indiretamente, somaram na minha vida como verdadeiros mestres, por meio do diálogo franco e do grande conteúdo de vivência. Foram e são fundamentais ao meu aprimoramento profissional. Não poderia deixar de saldar hoje com respeito e carinho os senhores Eraldo (Volúpia Rodotel), Godó (na época Posto São Matheus), Oscar Rodrigues (Contato 10 e Rádio Eldorado) Sheila (antes Rádio Eldorado), Higino Piacentini (Rádio Eldorado)”.


 

O que levou vocês a investirem na cidade de Mineiros?
Alexsandra Somera – Há mais de 20 anos Rodrigo conhece essa cidade. Toda sua família mora aqui. Eu fui muito bem acolhida por Mineiros, é uma cidade que se desenvolve economicamente a cada ano, que tem transformado sua qualidade de vida e potencial de investimento. O fluxo de pessoas de outras cidades é bem considerável também. Além disso, percebemos a necessidade de expandir as opções de atuação.
A pandemia nos fez refletir sobre vários aspectos do trabalho e da vida. Nos fez perceber que era preciso ir além do hotel, não só por questões financeiras, mas também psicológicas e profissionais.

Por que hospedar no Ineia Palace Hotel?
Alexsandra Somera – Porque você será muito bem atendido. Com certeza conseguirá descansar tranquilamente. O Hotel está na entrada principal da cidade, próximo a um dos principais polos industriais da mesma (BRF). E possui fácil acesso ao Parque de Exposições, bem como às maiores empresas de máquinas agrícolas do município.
Nosso público é basicamente formado por representantes comercias, advogados, agrônomos, prestadores de serviços e famílias. Recentemente, estudantes já na fase final da faculdade, estão nos procurando em função da tranquilidade que o hotel oferece para a elaboração do TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).
Além disso, temos um café da manhã sempre fresquinho, um amplo estacionamento que comporta carros de grande porte – carretas. Acesso ao wifi e canais a cabo sem acréscimo no valor da diária. E caso o hóspede não queira sair a noite, servimos jantar também. E se precisar temos serviço de lavanderia própria durante o dia.
Mineiros é uma parada estratégica para quem viaja de São Paulo, Minas Gerais, Brasília para o Mato Grosso e Rondônia.  E vice-versa. É comum nossos hóspedes dizerem que estão na metade da viagem entre esses estados.

Como surgiu a ideia de abrir uma loja de calçados em Mineiros?
Rodrigo Rillo Staffe – A Mania de Calçados surgiu através do meu irmão David e minha Cunhada Maisa que em 2019 abriram a loja, mas logo foram acometidos pelo fechamento do comércio devido à pandemia de COVID19. Por essa razão, meu irmão resolveu voltar para sua área de atuação e empreender com a Imperial Calhas. Sempre procurando aprimorar e manter a qualidade de seus serviços, resolveu vender a Mania de Calçados. Foi assim que surgiu a oportunidade de adquirir a mesma, juntamente com meus pais.

A maioria das empresas foi afetada pela pandemia. Qual estratégia vocês têm adotado para se sobressair e fortalecer comercialmente?
Rodrigo Rillo Staffe – O grande desafio até aqui é manter a sustentabilidade e superar as dificuldades desse momento pandêmico, onde o comércio sofre para manter-se ativo, forte e dinâmico.
Dessa forma, o objetivo foi transformar a loja em uma Boutique de Calçados Femininos Popular. Um ambiente aconchegante e elegante, onde toda mulher é bem vinda e bem atendida. Onde, com certeza, algum modelo de calçado servirá e caberá no orçamento da cliente.
Sempre sonhávamos em criar um espaço que oferecesse valorização, respeito e inclusão sem distinção para todos. Assim nasceu a Mania de Calçados. Em um ano atuando em Mineiros foi totalmente repaginada e planejada para oferecer a todas as mulheres mineirenses um ambiente agradável, feminino, com requinte, elegância, alta qualidade e principalmente com preços acessíveis e justos para todas. Pois nossa meta é receber e bem atender essas deusas guerreiras, mães, esposas, filhas, patroas, operárias, donas de casas, empresárias, enfim, a você mulher nossa musa e fonte de inspiração.

A classe empresarial de Mineiros é unida ou vocês entendem que ela poderia ser mais coesa?
Alexsandra Somera – A pandemia de COVID19, em meio a tantos desdobramentos imprevistos, mostrou a fragilidade e o desamparo do comércio de Mineiros, o que provavelmente se reflete em centenas de outras cidades também. A classe empresarial, de modo especial a varejista, foi a que mais sentiu o impacto, e hoje, um ano após o início da pandemia, ainda não conseguiu se recuperar. Sentimos um desejo latente e um pedido silencioso dessa classe por atenção, por ações que poderiam incentivar o comerciante a permanecer com suas atividades. Porém, a própria classe empresarial se mantém na defensiva. Cada um lutando para manter o seu estabelecimento aberto, honrar com seus compromissos financeiros. Sentimos uma classe muito insegura com relação ao seu próprio futuro.
Estamos vivenciando um período de ruptura de conceitos. Não é possível pensar em si mesmo sem pensar no seu próximo, e isso é válido tanto para relações pessoais quanto para as comerciais. O meu bem estar físico e mental (saúde) e financeiro também depende do bem estar do meu vizinho. É um ciclo de conscientização que abrange o todo. É preciso pensar e agir fora da “caixinha”.

Como vocês avaliam a atuação dos órgãos de representação do comércio em Mineiros? Deveria haver campanhas visando trabalhar a conscientização dos clientes para investir na cidade?
Rodrigo Rillo Staffe – Infelizmente, e isso não acontece apenas em Mineiros. As pessoas tendem a não valorizar o que temos em nossa cidade. Seja no comércio, no turismo, no lazer, no trabalho, etc. A tendência é sempre valorizar o que é do outro, deixando de comprar no comércio local. Algumas campanhas, são realizadas pelos órgãos de representação do comércio, mas acontece um fenômeno interessante: de um lado falta mecanismo para dar visibilidade a essas campanhas e de outro falta interesse da população em conhecer a campanha e o comércio.
Existem muitos produtos bons, bonitos e com valores relativamente justos em nosso comércio, mas há um preconceito de que tudo o que é exposto em uma vitrine bonita é caro demais. Esse é um ponto que precisa ser desmistificado, precisa ser trabalhado, tanto pelos comerciantes quanto pela população.

Quais são os futuros projetos do casal em suas áreas de atuação?
Alexsandra Somera – Nós estamos focados no Ineia Hotel e na Mania de Calçados no momento. Com relação ao hotel, mudamos nosso próprio conceito: hotel não quer dizer que o hóspede permanecerá apenas uma ou duas noites. O quarto de hotel pode ser o escritório de trabalho fora da casa dele ou da sua empresa. Quando passamos a perceber que alguns detalhes fazem a diferença na hora da escolha de onde alguém irá se hospedar, muitas possibilidades se apresentam diariamente.

Já para a Mania de Calçados, nosso objetivo é transformá-la em uma marca própria, lembrada e procurada dentro de Mineiros pela atenção à qualidade dos calçados, do atendimento, dos detalhes que se mostram desde a criação de uma vitrine que encante seus olhos até uma balinha que adoce um momento do seu dia. Queremos também ampliar nosso atendimento pelas mídias sociais, como Facebook, Instagram e Whats App. Ainda estamos no projeto inicial desse formato de divulgação e atendimento; falta aprimorar, mas logo estará totalmente adaptado ao dia a dia da loja.


O DESAFIO DE ADMINISTRAR UM HOTEL

Alexsandra Somera é catarinense, natural de Anchieta, no Extremo Oeste do Estado. Primeira filha de Augustinho Natalin Somera e Nair Alves Dias Somera e irmã de Andreia Somera, caçula da família. Moraram no interior de Anchieta, em uma pequena propriedade rural de subsistência até 2006, quando a família decidiu mudar os rumos da vida e empreender no estado de Goiás, no ramo de restaurantes da Rede Churrasco do Sul.

Mas Alexsandra, por decisão própria, optou continuar morando em Anchieta, mesmo longe da família, com o objetivo de conseguir uma bolsa de estudos na área das Ciências Agrárias. O projeto não deu certo e ela acabou se envolvendo com a Comunicação Social, curso superior recém-chegado à região Extremo-Oeste naquela época.

Formada em Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo pela UNOESC (Universidade do Oeste do Estado de Santa Catarina) em 2010, especializou-se em Assessoria de Imprensa pela Prefeitura de Anchieta e Administração de Pequenas Empresas ao longo dos últimos 10 anos.

Em 2013 percebeu que era hora de juntar-se à família novamente e decidiu encarar uma mudança radical na vida, ou seja, mudar para Jataí-GO. Durante os primeiros seis meses na nova cidade trabalhou na TV Sucesso, no departamento financeiro, deixando a TV para contribuir com o novo projeto da família – o Restaurante Ana Elisa, idealizado no terminal Rodoviário de Jataí.

Alexsandra lembra que Mineiros a acolheu em 2017, quando o novo desafio era administrar o Ineia Palace Hotel. “Ainda hoje é um grande desafio, porque trabalhamos com algo que é essencial para todo o ser humano: o descanso com tranquilidade, conforto e preço acessível”, afirma.

Segundo ela, “foi no hotel que floresceu o gosto pelas histórias contadas por viajantes de todos os lugares que passam por Mineiros, mesmo que seja uma única vez na vida. Foi o hotel que me ensinou que não se administra apenas números, mas também se administra vidas. Nós cuidamos de vidas quando trabalhamos com pessoas. Esse contato diário com hóspedes de diferentes cidades, realidades e profissões transformaram-se em um hobby. Todo dia ouvimos uma história diferente, uma experiência diferente, de pessoas diferentes que sempre agregam algo ao trabalho e à maneira de ver a vida, o ser humano e o mundo a sua volta”, revela.

Compartilhar: