DUAS DÉCADAS DE DESAFIOS E CONQUISTAS

“Há 20 anos estamos aqui, cada um com suas peculiaridades, prontos para melhor atender nossos clientes, primando pela ética, respeito e amor ao próximo”.

“É com muita gratidão que comemoramos juntamente com nossos clientes esses 20 anos de dedicação e trabalho. Sentimonos honrados em poder contribuir para o bom funcionamento da justiça, valorizando cada cliente que chegou até nós na busca de seus direitos”. A afirmação é da advogada Léia Marques Franco Russi, Pós-graduada em Processo Civil pelo LFG e Professional & Self Coaching pelo IBC.

Ao lado do esposo, Dr. Nelson Russi Filho (in memoriam), ela iniciou sua trajetória com muita ética, responsabilidade e honestidade. “São duas décadas de transformação e aprendizado. Ao longo desses anos o escritório manteve-se conectado às transformações do mundo, tecnologia e dos paradigmas que regem pessoas, empresas, nações e consequentemente, Lei”, disse.

Léia é proprietária do escritório Russi & Russi Advocacia e recebeu a reportagem da Olhaki para uma entrevista descontraída e marcada pela emoção, onde fala de sua vida, empresa e projetos para o futuro.

Eis a entrevista…

Quem é mesmo Léia Russi?
Dra. Léia Russi – Sou filha de Graça Marques (pedagoga) e Hilton Célio (marceneiro). Mãe de Liz Eduarda Russi .

Nasci em Mineiros – GO, no dia 10 de setembro de 1976. Estudei direito em Jataí (Cesut), pós graduei em Direito Processual Civil pelo LFG e estou me formando em Coaching pelo IBC.

Sou otimista, confiante, proativa e dinâmica, tenho muitos objetivos e me comprometo para alcançá-los. As tentativas e erros é o melhor professor ao longo da vida, baseio minhas decisões em minhas experiências anteriores e sempre buscando sabedoria e conhecimento. Sou muito social, gosto de fazer networking e acredito que conversar com outras pessoas e criar novas redes são importantes ferramentas de aprendizagem.

Na minha carreira trabalho duro e defino metas, muitas vezes baseadas em progredir ou me tornar uma pessoa mais humana em minha organização.

Desejo coisas maiores e melhores em todas as áreas da minha vida. Não sou limitada, ao contrário me ajusto ou contorno as regras. Sou apegada aos meus princípios, entendo a necessidade de haver regras e normas, mas vejo-as como guia ou sugestões de comportamento e não como imposição.Tenho senso de urgência (busco resultados rápidos) e uma forma de agir impulsionadora e motivadora. Adapto-me facilmente a situações desafiadoras.

Sou exigente, e consequentemente exijo da minha equipe eficiência e eficácia, motivando-a para isso.

O que é ser advogada para você?
Dra. Léia Russi – Ser advogada é desenvolver-me como ser humano em todas as dimensões; trabalhamos o tempo todo com pessoas, cheias de emoções, sentimentos e sonhos. Ser advogada é honrar e respeitar a história de cada um, respeitar o direito de terceiros, a aplicação ou reposição do seu direito por ser maior em virtude moral ou material.

Na sua visão, existe alguma premissa básica para o relacionamento advogado/cliente?
Dra. Léia Russi –A premissa básica para o relacionamento advogado/cliente com certeza é a confiança e ética, pois sem elas não tem como estabelecer relação duradoura.

Em que área o escritório Russi & Russi Advocacia atua?
Dra. Léia Russi –Atuamos em diversas áreas, entre elas civil, empresarial, trabalhista, criminal e previdenciária. Contamos com assessoria para empresas, no sentido de desenvolver algo positivo e preventivo.

Sua empresa chegou aos 20 anos, o que rendeu um selo de comemoração. Fale-nos sobre esse feito.
Dra. Léia Russi – São 20 anos de muito trabalho, dedicação e aprendizado. Sinto que “Até aqui nos ajudou o Senhor”. E Deus na sua infinita sabedoria e bondade tem nos fortalecido e nos capacitado para exercer esse ofício com êxito. Então, é com muita gratidão que comemoramos juntamente com nossos clientes esses 20 anos de dedicação e trabalho. Sentimo-nos honrados em poder contribuir para o bom funcionamento da justiça, valorizando cada cliente que chegou até nós na busca de seus direitos.

Qual é a missão da sua empresa?
Dra. Léia Russi –Temos como missão promover serviços jurídicos de qualidade, a fim de auxiliar os clientes a alcançar seus objetivos de forma eficaz e inovadora, através de advogados e colaboradores qualificados.

O escritório conta com uma equipe bastante dinâmica e competente. Poderia nos falar sobre ela?
Dra. Léia Russi –Nossa equipe tem alma: logo na entrada os clientes são recepcionados pela Graça Marques que tem como missão de vida ser luz na vida das pessoas, com foco no positivo. Ela é com certeza um dos grandes pilares da nossa empresa. É pedagoga aposentada e está na Russi & Russi para nos servir com alegria e dinamismo, recebendo as pessoas com muita energia, para que todos que nos visitam se sintam amados e respeitados.

Temos a estagiária Liz Eduarda Russi que cursa o 4° período de Direito na Unifimes, e que tem em sua essência muito do pai Nelson Russi Filho (in memoriam) que, aliás, é a nossa inspiração para prosseguir sendo cada vez melhores. Apesar de estar aqui para aprender, tem muito a nos ensinar, principalmente com a sua habilidade em tecnologia, diligência e perspicácia.

Dr. Frederico Pagliarine é pós-graduado em Direito Civil e Processo Civil, especializado em execuções e recursos. É um advogado centrado, audacioso e competente.

Dr. Maxuel do Vale é o mais novo advogado da Russi & Russi, apesar de estar trabalhando conosco há mais de 10 anos, consequentemente tem bastante experiência advocatícia, tem como paixão a área criminal, legado que carrega de seu maior professor Nelson Russi Filho (in memoriam). É um advogado muito humano, prestativo e competente.

Desta forma estamos aqui,cada um com suas peculiaridades, prontos para melhor atender nossos clientes, primando pela ética, respeito e amor ao próximo.

Durante esses 20 anos de história houve algum momento crítico em que foi preciso superar barreiras?
Dra. Léia Russi –Com certeza durante esses anos teve alguns momentos críticos, em que foi preciso superar. O início da carreira advocatícia é muito difícil, enfrentamos diversas barreiras, uma delas é a morosidade da justiça que nos impede de sermos mais ágeis e consequentemente trava todo o sistema jurídico e financeiro. Sempre aconselho os nossos estagiários que é preciso ser persistentes no início, tendo em vista que a carreira é bastante desafiadora e no que tange à parte financeira ela é paulatina, tendo em vista que leva tempo para formar uma carteira de clientes e ganhar a confiança da sociedade, por isso é de extrema importância seguir a trajetória com muita ética, responsabilidade e honestidade, pois ao longo dos anos o resultado virá e eles vão ver que valeu a pena.

Em 2016 perdemos nosso mestre Nelson Russi Filho, que além de advogado era também professor de matemática. Uma imensa perda para nossa família, bem como para toda a advocacia mineirense, por sua contribuição efetiva. Russi, como era carinhosamente chamado, nos deixou um legado, de uma vida significativa, engajada e prazerosa. “Russi era uma pessoa muito feliz, amoroso, cuidadoso e intenso. Amava a advocacia e doava seu tempo e conhecimento aos necessitados através da advocacia dativa, e foi carinhosamente reconhecido através do recebimento do título de cidadão mineirense através do vereador (Marcelo do Valle), dia em que esteve extremamente feliz pelo reconhecimento da sociedade mineirense. Russi era filho de Jataí, mas adotou Mineiros como sua cidade de coração.

Você tem uma história de vida emocionante e de superação, na qual ficou viúva muito jovem. Poderia falar sobre essa passagem da sua vida?
Dra. Léia Russi – Conviver com a ausência de pessoas que amamos não é nada fácil. Foi necessário ressignificar esse momento e isso consegui através da fé em Cristo Jesus, do conhecimento da palavra de Deus, onde aprendemos sobre a soberania de Deus, e reconhecendo isso temos paz em nosso coração, pois “Acaso Deus é injusto? De maneira nenhuma (Romanos 9:14). A vontade de Deus é soberana, sendo assim acredito que devemos prosseguir firmes, acreditando que o mesmo Deus que permite provas é o mesmo Deus que nos capacita a seguir em frente. Acredito que as provas que Deus eventualmente aplica em nossas vidas têm um propósito.

O Senhor tem grandes coisas para as nossas vidas e precisamos identificar as lições das provas que Ele permite que passemos. “E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” Romanos 5: 1 a 5.

Quem vem ao escritório Russi & Russi Advocacia se depara com um memorial do Dr. Nelson Russi Filho. O que a motivou a fazer tão bela homenagem?
Dra. Léia Russi –Logo na recepção do nosso escritório nos deparamos com um memorial em homenagem ao Dr. Nelson Russi Filho (in memoriam). Esta homenagem surgiu da ideia de seu irmão que mora em Belo Horizonte, também advogado Dr. Fabrizzio Roger, quando me pediu se poderia ficar com o capacete que o irmão usava no momento do acidente. E então ele resolveu emoldurá-lo em uma cápsula de vidro com alguns dizeres que representavam a passagem de vida do irmão aqui na terra.
Depois de pronto ele decidiu que esse memorial ficando aqui em Mineiros, permitiria que amigos e familiares pudessem sempre ver e lembrar-se do Russi como um grande advogado, professor, filho, pai, irmão, esposo, amigo e piloto que foi, lembrar-se da alegria que ele tinha em andar em sua moto (Hayabusa 1.300 CC). Assim em uma das várias noites em claro eu senti no coração de fazer esse espaço em nosso escritório, onde tivesse fotos dos melhores momentos do Russi por aqui e assim foi feito.

Dentre as fotos, destaco a viagem de 20 dias que ele fez pela Argentina de moto, o voo de parapente sobre a pedra da Gávea no Rio de Janeiro, as idas de moto a Brasília no STJ (Superior Tribunal de Justiça) e o recebimento do título de cidadão mineirense. É um local onde clientes e amigos têm um momento nostálgico, de reflexão, saudade e silêncio…

Quais são os projetos a serem destacados com a comemoração desses 20 anos de história da Russi & Russi Advocacia?
Dra. Léia Russi – Queremos conectar inovação e inteligência jurídica, apostamos na segmentação para prestar um serviço de excelência aos clientes, com foco especial no atendimento a empresas do setor privado.

São duas décadas de transformação e aprendizado. Ao longo dos nossos 20 anos de atuação, o escritório manteve-se conectado às transformações do mundo, tecnologia e dos paradigmas que regem pessoas, empresas, nações e consequentemente, Lei.

Investimos no desenvolvimento de nossos profissionais, valorizando e aplicando novas tecnologias que chegam ao mercado que se tornaram importantes aliados a inteligência jurídica e importante diferencial do escritório no mercado.

Quais são as maiores dificuldades enfrentadas pelos advogados de Mineiros?
Dra. Léia Russi – Nós Advogados de Mineiros, sofremos com a morosidade da Justiça, tendo em vista os inúmeros processos, que tende a aumentar cada dia mais, devido ao crescimento da população e a falta de juízes e servidores para dar andamento em tempo justo aos processos ali protocolados. Bem dizia Rui Barbosa: “A justiça atrasada, não é justiça; se não injustiça qualificada e manifesta”. Hoje contamos com 4 (quatro) juízes, mas é nítida a necessidade de mais juízes em algumas varas.

Além disso, temos a desvalorização dos honorários advocatícios, que impedem o advogado (a) de exercer sua profissão em tempo integral, tendo muitas vezes que procurar outras fontes de renda, pois viver somente da advocacia é difícil. E isso acontece porque alguns profissionais não respeitam e nem segue a tabela da OAB, fazendo concorrência desleal com os colegas e com ele mesmo.

É necessário ter consciência e ética na hora de precificar o trabalho do profissional e fazer campanhas nas faculdades de direito que temos em nossa cidade para que os estudantes já se formem com essa consciência, sobre a importância da aplicação da tabela da OAB, consequentemente a valorização do trabalho do advogado.

Qual foi a grande lição que você tirou do exercício do direito?
Dra. Léia Russi – São várias as lições que tiramos do exercício do direito ao longo do tempo, uma delas é que nós somos o resultado de nossas escolhas e ações. E tem algumas palavras que representam as minhas escolhas. São elas: Ressignificar, Resiliência, afastar julgamentos e doar. Eu escolho doar para me manter conectado e ajudar ao próximo. Toda e qualquer etapa em nossa vida deve ser comemorada e/ou ressignificada, pois ganhamos uma evidente oportunidade de eliminarmos tudo que já não traz felicidade para nossas vidas e, assim, obtemos mais espaço para viver novas alegrias.

EXEMPLO NA ADVOCACIA
Em uma ligeira viagem ao passado me recordo do primeiro dia no Russi & Russi quando o saudoso Dr. Nelson Russi Filho me recebeu como estagiário. Dai em diante foram anos de aprendizado, conhecimento e muitas histórias, com aquele que defino como meu exemplo na advocacia, até ocorrer o fatídico acidente que veio a óbito o Russi, que para mim era um chefe, um pai, um irmão, um ídolo, após o fato não podendo deixar “a peteca cair” assume a direção do Russi & Russi a Dra. Léia Marques Franco Russi que elevou o escritório para novas tecnologias, ferramentas se adequando aos novos tempos que a advocacia pede e necessita. Atuando nas áreas cível, criminal e trabalhista.

(Dr. Maxuel do Vale)

TRABALHO EM EQUIPE
Entrei na Russi & Russi Advocacia em novembro de 2016, logo quando retornei para a cidade de Mineiros-GO após 11 anos morando em Goiânia-GO, aonde fui recebido de braços abertos por toda a equipe, e desde então enfrentamos juntos grandes desafios. Foi aqui que realmente entendi o significado de trabalho em equipe, através de reuniões e troca de informações para decidirmos estratégias para apresentar o melhor caminho para cada um de nossos clientes.

Na Russi & Russi Advocacia atuo na área Cível, tanto judicial quanto extrajudicial, tendo como especialidade a área de Execução e na parte de recursos.

(Dr. Frederico Pagliarine)

Compartilhar: