Wanessa é a nova embaixadora de agência da ONU

Foto: Reprodução

Wanessa Camargo: “Estou muito feliz e, ao mesmo tempo, com a responsabilidade de fazer alguma coisa diferença”

A cantora Wanessa Camargo foi escolhida como nova embaixadora da Unaids, uma agência da ONU. 

Para Wanessa, que receberá uma indenização de Rafinha Bastos, a nomeação tem um significado especial. Ela contou que conhece pessoas que já sofreram por causa da doença. 

– Estou muito feliz e, ao mesmo tempo, com a responsabilidade de fazer alguma coisa diferença. Já perdi fãs por causa das complicações da doença. Um deles não era homossexual, se contaminou por seringa, não se tratou e morreu rápido. Não sei o motivo, mas muitas pessoas me contam sobre a infecção em segredo.

Pensando em levar informações para um grande número de pessoas, Wanessa bolou um plano de divulgação do trabalho. 

– Através das redes sociais, eventos etc. Estamos traçando alguns planos, mas eu tenho um acesso incrível que se chama show Tento passar informação sobre a doença, as precauções e como fazer o teste. Além de falar sobre preconceito e discriminação. Essa é uma outra luta da Unaids, porque o preconceito afasta as pessoas do tratamento. O preconceito mata vidas. A Aids não tem cara. O vírus não escolhe a classe social, cor ou gênero. Os números são alarmantes. Existem mais de 700 mil pessoas vivendo com a doença e não sabem.

Compartilhar: