Hoje tem show com o padre Fábio de Melo, na programação festiva do aniversário de Mineiros

Foto: Reprodução/Internet

“Viver é deixar e receber marcas, já que todas as experiências da vida, sejam alegres ou tristes, sempre deixam marcas em nós.” (Padre Fábio de Melo)

Compartilhar:

Começa hoje, 29/10, a agenda de shows que fazem parte da programação alusiva aos 81º aniversário de Mineiros, com a apresentação do padre Fábio de Melo. O evento acontecerá a partir das 21:30 horas, na Praça Ernando Costa Freitas (Praça do Bauhaus), numa promoção da Prefeitura Municipal.

SAIBA MAIS SOBRE O PADRE FÁBIO DE MELO:
Padre Fábio de Melo é um sacerdote católico, cantor, compositor, poeta, escritor, professor e apresentador. Atualmente atua na Diocese de Taubaté em São Paulo.  Iniciou a carreira musical com a gravadora Paulinas-Comep, posteriormente na gravadora Canção Nova, um projeto independente com músicas tipicamente mineiras, o “Tom de Minas”, passando pela Som Livre e Sony Music. Apresenta o programa Direção Espiritual na TV Canção Nova.

HISTÓRIA
Fábio José de Melo Silva (natural de Formiga/MG, 03 de abril de 1971), nasceu em família de origem humilde e é o caçula dos 8 filhos de Dorinato Bias Silva, pedreiro  e,  Ana maria de Melo Silva, dona de casa.  Cursou o primeiro grau na Escola Estadual Abílio Machado, em Formiga/MG; o segundo grau, no  Colégio Nossa Senhora de Lourdes, em Lavras/MG e o  terceiro grau, em Filosofia, na Fundação Educacional de Brusque/SC.  Formou-se em Teologia na Faculdade Dehoniana, em Taubaté/SP, pós-graduou-se em Educação, no Rio de Janeiro e fez seu mestrado em Belo Horizonte/MG, junto aos Jesuítas, no Instituto Santo Inácio – ISI. Em seguida, retornou à cidade de Taubaté/SP, para lecionar na área de Teologia Fundamental e Sistemática, na mesma faculdade onde se formou. Hoje está à disposição na Diocese de Taubaté.
Seu dom foi descoberto já na infância. Fábio de Melo o conduziu à causa humanística e colocou seu talento de cantor, compositor e poeta a serviço do Reino de Deus.  Ordenou-se sacerdote, em 15 de dezembro de 2001, em sua cidade natal, após 16 anos de formação e estudos nos seminários Dehonianos. Na Igreja Matriz de São Vicente Ferrér, foi ordenado sacerdote pela imposição das mãos e oração consecratória do arcebispo metropolitano de Belém/PA, Dom Alberto Taveira Corrêia. Em sua vida sacerdotal e espiritual, tem como referência, além do Padre Zezinho e do Padre Joãozinho, o saudoso Padre Léo.

TRAJETÓRIA ARTÍSTICA
Padre Fábio de Melo traz consigo, musicalidade nata. Sua sensibilidade artística, com visão social e humana, vai da competência de um grande intérprete,  capaz de emocionar, unindo técnica e dom, à consciência de composições próprias que transmitem mensagens significativas. São expressões literárias e poéticas que revelam amplo conhecimento não somente literário, mas, filosófico. Sua linguagem sensível é cuidadosa, objetiva e universal. O som é acolhido na completude múltipla da arte audio-visual, em roupagem atual  e ritmos atemporais. Basta observar obra e shows, para  compreender um artista completo.
A mensagem de Jesus Cristo é o viés de suas composições. Padre Fábio de Melo consolida-se, cada vez mais como um dos atuais pilares da música religiosa.  Integra o contexto da música brasileira, ao lançar-se por inteiro no ofício da arte, que exercita com respeito integral.
Com total apoio da família e com incentivo do Padre Joãozinho, scj, , Padre Fábio de Melo lançou seu primeiro disco ainda no tempo de Seminário, em 1997, o CD “De Deus um cantador”.
Ao receber a ordenação diaconal, compõe “As estações da vida”, fazendo uma analogia às Estações do Ano e o processo de aproximação do ser humano com Deus.  Já ordenado padre, em 2001, traz ao mercado “Marcas do Eterno”. Este disco que surge após o mestrado de Teologia Sistemática, reflete seus, então, recentes estudos em Antropologia Teológica sobre “o cotidiano como lugar de revelação”.
A faixa que empresta o nome ao referido CD fala de maneira bastante específica do modo consagrado de viver e fala, claramente de sua vocação. E pode ser o de qualquer pessoa que tem uma religião e se relaciona com o transcendente de maneira espiritualista, descobrindo-se como um “lugar de dignidade” ou como um “solo sagrado”.

“A gente mistura muito a palavra com a canção.” (Padre Fábio de Melo)

Sua história musical já soma 20 discos e 5 DVDs/ Blu-ray. Na literatura, Padre Fábio de Melo possui 13 livros publicados.  São mais de 2 milhões de discos e mais de 3 milhões e meio de livros vendidos.
“Tudo o que faço, eu faço como Padre” (Padre Fábio de Melo)
17ª Entrega Anual do Grammy Latino – Padre Fábio de Melo foi indicado ao Grammy Latino 2016, na categoria, “Melhor álbum cristão em português”,  com o DVD “DEUS DO ESCONDERIJO DO VERSO”.
Entrega Anual do Grammy Latino – Padre Fábio de Melo foi indicado ao Grammy Latino 2017, na categoria “Melhor musica cristã em língua Portuguesa”,  com a canção “CLAREOU”.

(Fonte: https://fabiodemelo.com.br/biografia/)

Compartilhar: